Investigações de fraudes na merenda escolar repercutem em plenário
Com contas em dia, GDF mira nas obras

Secretaria de Agricultura entrega concessões de uso a produtores rurais

Foto: Divulgação

10 de setembro 2020

Esta semana serão mais 12 contratos e, nos próximos dois anos, a previsão é de 500. Isso dá segurança jurídica a essas pessoas e acesso a crédito

O secretário de Agricultura do Distrito Federal, Cândido Teles, e o subsecretário de Regularização Fundiária, Diogo de Paula, entregaram nesta quarta-feira (9) quatro contratos de Concessão de Uso (CDU) para produtores do Distrito Federal. Durante esta semana serão entregues, no total, 12 contratos de CDU. A ação faz parte da política de regularização fundiária rural que, nos próximos dois anos, pretende entregar cerca de 500 títulos de terras para produtores do DF.

Segundo Cândido Teles, com esse título o produtor tem mais segurança jurídica para investir na propriedade. E ainda passa a ter acesso a crédito junto às instituições financeiras.  “Hoje é um dia muito especial para nós aqui da Secretaria de Agricultura e para alguns produtores rurais do DF que receberam os contratos de CDUs”, afirmou Cândido Teles (foto).

Foto: Divulgação

Ele ressaltou que esses títulos irão para pessoas que vêm crescendo nesse segmento, como um grande produtor de feijão que recebeu hoje a documentação. Para o subsecretário de Regularização Fundiária Rural, Diogo Santos de Paula, a Seagri tem avançado muito na entrega dos contratos de CDUs. 

O produtor Valtair Fernandes Cardoso possui uma área no Núcleo Rural Rio Preto, em Planaltina, onde cultiva milho, soja, feijão e outras culturas. Ele recebeu o título de CDU das mãos do secretário. “Com esse contrato, agora vou conseguir fazer o custeio da minha produção junto ao banco”, afirmou.

Também receberam seus títulos hoje os produtores Vanieri Nogueira Filho, Luiz Cesar Bernardes e Leopoldo Pereira Garcia Leão. O prazo final para o produtor dar entrada no processo de regularização fundiária vai até 15 de abril de 2023.

Com informações da Seagri