TSE mantém cassação de mandato e inelegibilidade de José Gomes por abuso de poder econômico. Luzia de Paula assume
Festuris Gramado confirma feira presencial como foco na segurança e reuniões agendadas

Deputadas defendem ampliação do prazo para novas alíquotas previdenciárias

Deputada Arlete Sampaio (PT) - Foto: Divulgação

07 de outubro 2020

Durante a sessão remota da Câmara Legislativa desta quarta-feira (7), as deputadas Arlete Sampaio (PT) e Júlia Lucy (Novo) pediram a derrubada do veto do governador Ibaneis Rocha a um item do projeto de lei que aumentou as alíquotas de contribuição previdenciária do funcionalismo público do Distrito Federal.

O item determinava a atualização dos índices a partir de janeiro de 2021; com o veto, o reajuste passará a valer em novembro próximo.

Deputada Júlia Lucy (Novo) – Foto: Divulgação

“O governo descumpriu um acordo e vetou o prazo aprovado, fazendo que o aumento passe a valer em novembro. Os professores aposentados, por exemplo, receberão, em média, R$ 900,00 a menos. Precisamos votar este mês a derrubada do veto”, defendeu Arlete.

Júlia Lucy acompanhou a colega: “É preciso precaução na transição de regras, dar um prazo para o servidor se adaptar. É triste que um acordo tenha sido vetado pelo governador”.

O líder do governo na Casa, deputado Cláudio Abrantes (PDT) reconheceu ter havido um compromisso e afirmou: “Vamos trabalhar com o governo para isso. Seria realmente um fôlego para os aposentados”.

Segundo o presidente da CLDF, Rafael Prudente (MDB), o assunto deverá ser discutido na próxima reunião do colégio de líderes.

Fonte: SECOM/CLDF