Falta de acesso à internet causa crise profunda na educação global, diz Unicef
MARCELO MESQUITA É CONSIDERADO UM DOS MELHORES MARQUETEIROS DO NORDESTE

Delmasso solicita revisão de pedido para reabertura dos estabelecimentos de beleza e estética

Foto: Divulgação

08 de junho 2020

No DF, 70 mil famílias pertencentes ao ramo estão sofrendo com a pandemia da Covid-19

No dia 4 de junho, o deputado Demasso (Republicanos-DF) pediu novamente ao secretário de Estado-Chefe da Casa Civil do DF, Valdetário Andrade Monteiro, a reabertura dos estabelecimentos comerciais do segmento da beleza da cidade. Através do Ofício nº 214/2020, o parlamentar reforçou o pedido feito anteriormente, no dia 14 de abril.

Em resposta ao primeiro pedido, a Casa Civil citou a decisão judicial da Ação Civil Pública Cível nº 1025277- 20.2020.4.01.3400, que à época determinou a suspensão da ampliação do funcionamento de outras atividades, que estavam suspensas. Segundo o documento, por esse motivo o pedido estava impossibilitado de ser analisado, em cumprimento à decisão judicial.

Entretanto, no dia 19 de maio, após recurso do GDF, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) derrubou a referida decisão e ainda, devolveu a autoridade ao Governador do Distrito Federal para liberar o funcionamento do comércio em meio à pandemia. Mas, a flexibilização da reabertura do comércio no DF, até o presente momento não houve determinação de reabertura dos estabelecimentos do segmento, como salões de beleza, barbearias, esmalterias, spas e centros estéticos.

“Ante todo exposto e aproveitando a ocasião de reabertura de diversos estabelecimentos comerciais no DF, solicito que seja revisto o pedido de reabertura do referido segmento, justificado pelos motivos expostos anteriormente. Vale ressaltar, o compromisso dos profissionais na participação de maneira ativa com as normas de segurança e saúde pública, tentando assim minimizar o impacto negativo econômico das 70 mil famílias atingidas no ramo”, enfatiza o deputado Delmasso, em trecho do ofício.