CLDF – Rafael Prudente e Rodrigo Delmasso irão retirar ex-deputados e familiares do plano de saúde
Carla Zambelli antecipou operação da Polícia Federal contra governo do Rio

Decreto confirma inclusão de educação física como atividade essencial à saúde

Foto: Divulgação

26 de maio 2020

Profissionais poderão ter acesso aos equipamentos públicos em ações multidisciplinares e de assistência social do GDF; novas frentes de trabalho durante a pandemia serão criadas

A atividade exercida por profissionais de educação física passa a ser essencial na área de atendimento à saúde. A determinação foi publicada no Decreto nº 40.824, em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) do dia 25 de maio 2020.

Até então, a atividade estava incluída apenas na área de desporto e lazer. A intenção de assinatura do decreto pelo governador Ibaneis Rocha já havia sido adiantada pela Agência Brasília na última semana.

O texto prevê que os educadores físicos tenham acessos aos equipamentos públicos de saúde e de assistência social, inclusive com atuação em programas sociais do governo. Para que possam atuar, no entanto, será preciso que sejam observados todos os protocolos e medidas de segurança recomendados pelas autoridades sanitárias.

A medida possibilitará que novas vagas de emprego sejam geradas a trabalhadores de uma das categorias mais afetadas pela crise desencadeada pelo novo coronavírus, tanto em ações de grupos multidisciplinares do governo quanto em programas sociais.