Notícia Urgente! Ibaneis confirma que vai suspender aulas e eventos no DF por cinco dias
Equipes volantes para agilizar exames

Casos suspeitos de Covid-19 são detectados no aeroporto e no metrô

Segundo a Inframerica, responsável pela administração do Aeroporto Internacional de Brasília, funcionários do desembarque internacional usam máscaras e luvas como prevenção

Cinco passageiros que chegaram dos Estados Unidos com sintomas da Covid-19 seguiram para hospitais assim que desembarcaram no terminal aeroviário de Brasília. Uma pessoa desmaiou em estação de Águas Claras e também recebeu atendimento

A quantidade de casos suspeitos do novo coronavírus no Distrito Federal cresceu. Levantamento do Ministério da Saúde mostra que 82 casos estão em investigação — 44 foram descartados. Na manhã desta quinta-feira (12/3), cinco pessoas recém-chegadas dos Estados Unidos desembarcaram no Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek e seguiram para unidades de saúde, quatro delas direto para o Hospital de Base. Todos apresentavam sintomas da Covid-19: tosse seca, febre e coriza. À tarde, dois receberam alta.

Inicialmente, dois passageiros receberam atendimento em uma sala reservada do hospital, enquanto outros dois esperaram na ambulância. Um funcionário do Hospital de Base informou que os quartos destinados ao tratamento para coronavírus não estão prontos. Essas unidades especiais são usadas como zona de isolamento. A recomendação no local é de que todos os servidores usem máscaras. Um quinto passageiro vindo dos Estados Unidos, mas em outro voo, também foi levado do aeroporto a um hospital. De acordo com a Inframerica, concessionária que administra o aeroporto, ele não informou às autoridades nem à companhia aérea a respeito do estado de saúde, mas um funcionário do terminal notou os sintomas.

Ele passou pelo posto médico do terminal aeroviário, e exames constataram a suspeita. Servidores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o interrogaram e solicitaram transporte ao Corpo de Bombeiros. A Inframerica não informou para qual hospital o passageiro foi levado, mas garantiu que tomou precauções, como utilização de máscaras e luvas para todos que trabalham na área de desembarque internacional.

Além dos casos no aeroporto, um homem passou mal e desmaiou na Estação Concessionárias, do metrô, em Águas Claras. O passageiro é funcionário de um laboratório particular do DF e informou que teve contato com a primeira paciente diagnosticada com coronavírus na capital, há duas semanas. Ele foi socorrido às 7h45 e levado ao Hran em um dos veículos de pronto-atendimento da empresa de transporte.