Produto usado na confecção de slime pode ter venda proibida para crianças e adolescentes
Recife já descobriu que o novo que o povo quer é Mendonça Filho

4G e 5G não constituem risco para a saúde, dizem especialistas

Foto: Divulgação

16 de junho 2020

Rumores e informações falsas sobre os perigos das antenas de celulares têm sido compartilhadas na internet.

Segundo a 5G Americas, associação setorial dos principais provedores de serviços e fabricantes do setor de telecomunicações, não existem evidências científicas de que as redes de telecomunicações móveis 4G e 5G representem algum risco para a saúde das pessoas.

Recentemente, um britânico foi preso por incendiar uma antena de telefonia móvel por acreditar em notícias falsas que afirmavam que a Covid-19 era provocada pela rede 5G.

Para combater esse tipo de informação falsa, a associação lembra que diversos especialistas já alegaram que a exposição às radiações não ionizantes emitidas por antenas e telefones móveis de telecomunicações cumprem os padrões internacionais e não constituem o risco para a saúde.

Estudos e pesquisas da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Comitê Científico para Riscos de Saúde Emergentes e Recentemente Identificados (SCENIHR), da União Europeia, e da Comissão Internacional de Proteção Contra Radiação Não Ionizante (ICBIRP) também demonstram que o 4G e o 5G não produzem efeitos adversos para a saúde pública se estiver dentro dos limites recomendados.

Especificamente, para as faixas de frequência 5G, a OMS possui uma lista de cerca de 350 estudos sobre pesquisas relacionadas à saúde.

Fonte: minhaoperadora